Por que a homeopatia funciona?

Vamos começar deixando claro que os remédios homeopáticos são constituídos somente por água e açúcar, livre de qualquer princípio ativo. Ainda assim, inúmeros pacientes se dizem terem alcançado a acura por meio deles. Será um milagre?

Bom, existem diversos assuntos abordando a eficácia da homeopatia, entretanto não há nenhum estudo científico conclusivo endossando positivamente os seus efeitos, o que temos são relatórios que ora estão dizendo que funcionam, ora dizendo que são uma fraude.

A OMS conclui que os remédios homeopáticos são mais eficazes do que as pílulas de farinha, entretanto em nosso País ela é conhecida como sendo uma especialidade médica pelo Conselho Federal de Medicina. Vários centros universitários aplicam matérias com testes a respeito do assunto.

Na outra ponta encontramos vários estudos mostrando que tudo não passa de um efeito placebo, ou seja, o paciente acredita que aquilo vai lhe fazer bem e que a terapia com base na homeopatia lhe ajudará positivamente.

A homeopatia atua com medicamentos que são dissolvidos em água até o estado de não sobre nenhum resquício dos mesmos no na água. O seu inventor foi Samuel Hahnemann (1755-1853), da Alemanha.

Em suas notas, menciona que a exata substância capaz de provocar doença em um indivíduo saudável é capaz de reverter tais sintomas em alguém doente. O veneno da abelha, por exemplo, seria capaz de curar sintomas de alergia caso fosse manipulado homeopaticamente.

Pelo fato da substância quase sumir ao ser dissolvido na água, a eficiência do tratamento sempre foi muito questionada. Para os amantes da homeopatia, a resposta se encontra em uma suposta “memória da água”, onde se encontra guardado o potencial terapêutico do medicamento.

Um estudo divulgado no ano de 2003 na Physica A, demonstrou que, se congelado, um recipiente contendo cloretos de sódio e de lítio diluídos em água até por pouco sumir, mostrou diferenças estruturais ao ser comparado com um recipiente contendo água cristalina.

os efeitos dos remedios homeopaticos

Entretanto no ano de 2005, um relatório divulgado na revista Nature jogou por terra essas ideias. Cientistas provaram que as propriedades de substâncias dissolvidas na água ficam retidas mesmo após elas desaparecem, porém, isso acontece por período extremamente pequeno, menos de 1 segundo.

A partir de então foram lançadas várias matérias descreditando os efeitos positivos da homeopatia, afirmando categoricamente que os tratamentos são puramente frutos do efeito placebo.

Infelizmente ganham créditos somente os medicamentos fabricados em laboratório, os quais são totalmente desprovidos de qualquer elemento da natureza.

Para os profissionais da homeopatia, quanto mais diluído, mais potente o remédio.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.